As máscaras dos variados tipos de argila e produtos de skincare em geral viraram um tipo de obsessão no mundo da beleza

Segundo um relatório de 2019, realizado pelo instituto Euromonitor International, o Brasil é o quarto maior mercado de beleza e cuidados pessoais, ficando atrás apenas dos Estados Unidos, China e Japão.

Se antes o foco das consumidoras – e consumidores – eram as maquiagens, hoje em dia, os cuidados com a pele têm recebido mais atenção e estão na linha de frente de vendas.

De acordo com uma pesquisa feita pela NPD, em 2018, as vendas de produtos para pele cresceram 13%, enquanto as de maquiagem apenas 1%.

A tendência do skincare vem fazendo com que o mercado traga sempre mais inovações e cada vez mais marcas surgem para suprir alguma necessidade que, muitas vezes, ainda nem sabíamos que existia.

E as máscaras têm sido as queridinhas.

Diferentes tipos de máscara

Vamos falar sobre máscaras de argila, mas antes, é preciso conhecer alguns dos diversos tipos de máscara que estão disponíveis no mercado, para saber qual combina melhor com a sua pele e sua necessidade.

Máscara de argila

A argila é um mineral de rochas sedimentares e quando associada a óxidos, é possível chegar em diversas tonalidades, com várias propriedades diferentes. 

Usada comumente para fazer revestimentos, cerâmicas e louças, a argila também é um dos componentes medicinais mais antigos que se tem registro e suas aplicações são inúmeras.

Seus sais minerais proporcionam propriedades terapêuticas e elas também possuem elementos químicos semelhantes e necessários ao corpo humano, como ferro, cálcio, manganês e magnésio.

A máscara pode ser antioxidante, anti-inflamatória, desintoxicante e até cicatrizante, dependendo de quais tipos de argila você está usando.

Sheet mask

As sheet mask – máscaras em folha, em tradução livre – surgiram em 2015 na Coréia do Sul e logo viraram sucesso mundial.

Essa máscara parece uma folha de papel e pode ser aplicada no rosto, mãos, colo e até mesmo nos quadris. 

Ela é feita com um algodão ultra fino, que é embebido em diversas substâncias que auxiliam em tratamentos dermatológicos.

As fórmulas podem ser voltadas para limpeza e desobstrução de poros, controle da oleosidade, diminuição de linhas de expressão, entre outros benefícios.

As sheet masks são diluídas em soro e muito indicadas para hidratação da pele. Quando usadas, elas dão um efeito glow quase instantaneamente, pois devolvem a água para o rosto.

É muito comum elas serem usadas durante voos ou na preparação da maquiagem, pois são super práticas, já que não precisam ser lavadas depois e podem ser descartadas.

Máscara de LED

A máscara de LED é uma das febres mais recentes do skincare.

Utilizando o conceito de ledterapia, essas máscaras emitem uma energia luminosa de diferentes ondas através de cristais semicondutores e são usadas para estimular a cicatrização, prevenção de acne e rugas.

Geralmente são feitas de plástico por fora, se moldando ao rosto da pessoa e cada uma das cores emitidas têm uma frequência, o que faz com que elas tenham funcionalidades diferentes, por atingirem as profundidades da pele.

A luz azul, por exemplo, tem ação bactericida, enquanto a amarela, estimula a produção de colágeno e elastina, tendo um efeito drenante.

Máscara em creme

E temos, claro, as clássicas máscaras em creme.

São as mais comuns e mais utilizadas, podendo ter inúmeras composições diferentes e seus resultados podem ser hidratação, esfoliação, limpeza dos poros, rejuvenescimento da pele, etc.

Tipos de pele

Mulher branca de toalha na cabeça e segurando um espelho, olhando para seu reflexo e tocando seu rosto.

Conhecer seu tipo de pele garante que você vai usar o tipo de argila ideal para ela.

Para escolher qual dos tipos de argila é o melhor para a sua pele, você precisa saber qual seu tipo de pele, pois cada uma tem uma necessidade específica.

Não só isso, você também precisa saber qual seu objetivo com aquela máscara, já que cada uma oferece um benefício.

É aconselhável que antes de começar qualquer tratamento dermatológico, você tenha o acompanhamento de um médico especializado e caso perceba qualquer reação adversa em sua pele, suspenda o uso e procure ajuda.

Pele seca

A pele seca é aquela em que os poros não são tão visíveis e seu aspecto pode ser mais opaco, sem tanto brilho ou luminosidade.

Isso acontece porque, nesse caso, as glândulas sebáceas que produzem a oleosidade para o rosto são em menor quantidade e tamanho, o que faz com que liberem menos óleo.

Muitos confundem a pele seca com uma pele desidratada, mas peles desidratadas sofrem com a falta de água e não de óleo.

A pele seca pode ter problemas de descamação, irritação, uma sensação de repuxamento, coceira e ter áreas mais avermelhadas.

O mais indicado para peles secas é uma hidratação mais profunda, beber bastante água, evitar banhos muito quentes e fugir de sabonetes ou produtos mais abrasivos que retirem o óleo.

Pele oleosa

Ao contrário da pele seca, as peles oleosas são aquelas que têm uma produção excessiva de óleo pelas glândulas sebáceas e apresentam uma aparência mais pegajosa, brilhosa e com poros dilatados.

A pele oleosa também costuma ter tendência a acne e pode ter sérios problemas com cravos e espinhas.

E apesar do que muitos pensam, a pele oleosa também precisa de hidratação e não é ideal retirar todo o sebo que a protege. Recomenda-se o uso de produtos mais leves e sabonetes próprios, pois pode-se acabar tendo um efeito rebote.

O efeito rebote é quando a pele precisa produzir ainda mais sebo para compensar pela quebra da camada hidrolipídica, que é como sua barreira de proteção natural, por isso não é indicado que se fique lavando o rosto a todo momento.

Pele mista

As peles mistas são bastante comuns e são uma combinação da pele seca com a oleosa.

Nesse caso, algumas áreas específicas do rosto se comportam de uma maneira, enquanto o resto é diferente, por exemplo, quando a zona T – queixo, nariz e testa – é oleosa e as bochechas, mais secas.

Para peles mistas, o ideal é tratar cada região de acordo com sua necessidade e ficar atenta para produtos adequados.

Tipos de argila e seus benefícios

Em uma bancada, dois potes com tipos de argila em pó, um pincel, óleo essencial e um soro.

 Os diferentes tipos de argila possuem diversos benefícios para sua pele, você só precisa escolher o ideal para sua necessidade.

Como dissemos, a argila é uma combinação de sedimentos e óxidos, por isso, existem das mais variadas cores e especificidades. Os tipos de argila mais comuns são:

  1. Branca
  2. Verde
  3. Rosa
  4. Vermelha
  5. Preta
  6. Cinza

Cada um desses tipos de argila carrega particularidades próprias e são recomendadas para diferentes necessidades, então vamos falar melhor sobre cada uma delas e quais são seus principais benefícios.

Argila branca

A argila branca é um tipo de argila recomendado principalmente para peles sensíveis e desidratadas, por possuir um PH mais próximo ao da pele, o que faz com que ela seja menos agressiva.

Ela apresenta níveis mais altos de alumínio e ajuda no controle da oleosidade de forma mais suave e também reduz inflamações, pois tem ação cicatrizante e de catalização do metabolismo. 

Argila verde

Já a argila verde é mais indicada para peles oleosas e com acne.

Máscaras com esse tipo de argila possuem ação desintoxicante, adstringente e tonificante, além de ser ótima como secativo e bactericida.

É rica em cálcio, ferro, potássio, magnésio e zinco, o que faz com que ela seja uma ótima ajuda para proteger e acalmar a pele, atuando na regularização de produção de sebo e fechamento dos poros.

Tem caráter antipoluição, construindo uma barreira ativa contra impurezas do ar e também pode ser usada para reduzir medidas e no tratamento de celulites.

Argila preta

A argila preta é conhecida como lama vulcânica e sua extração acontece em profundidades de mais de 5 metros, o que faz com que ela contenha propriedades naturais mais fortes.

Máscaras de argila preta são grandes desintoxicantes e elas são indicadas para todos os tipos de pele.

Com altas concentrações de alumínio de silício, possui também ação anti-inflamatória.

Argila vermelha

Rica em cobre, óxido de ferro e silício, pode ser utilizada em qualquer pele, mas esse tipo de argila é a mais adequada para peles extremamente sensíveis, pois são minerais anti-inflamatórios.

Essa máscara tem tendências hidratantes, antioxidantes e regenerativas, combatendo radicais livres que aceleram o envelhecimento da pele.

Argila rosa

Esse tipo de argila vem como mistura das argilas branca e vermelha, combinando seus benefícios e elementos, o que faz com que ela seja ideal para peles sensíveis e delicadas.

Ela apresenta propriedades cicatrizantes, enquanto também é altamente hidratante e suavizante, possuindo uma maior quantidade de ferro do que as demais.

A argila rosa limpa os poros e remove células mortas e é anti séptica. 

Argila cinza

Um dos tipos de argila mais comum, a argila cinza é indicada para peles oleosas e peles com manchas.

É um ótimo esfoliante devido a sua composição rica em titânio e auxilia no tratamento de cravos e espinhas, que são lesões inflamatórias.

Um antioxidante natural, clareia manchas e pode ser usada também no cabelo para cuidar de descamação e oleosidade causadas por seborreia.

Como preparar sua máscara de argila

Homem está em frente ao espelho e em seu rosto ele usa uma máscara com um tipo de argila cinza.

Na aplicação da sua máscara é preciso estar com a pele limpa e é importante não deixar a argila secar!

Agora que você já conhece os principais tipos de argila, está na hora de preparar sua máscara e cair no mundo do skincare!

Se você comprou uma máscara de argila pronta, o segredo é usar um aplicador de silicone ou madeira.

Assim, o produto não entra em contato com as impurezas dos dedos e nem com o alumínio de colheres, que podem alterar sua composição.

Para preparar sua máscara do zero, você só precisa misturar o pó de argila com água mineral filtrada, soro fisiológico ou chá de camomila frio até obter uma pasta homogênea.

A pasta deve ser mais consistente, como uma lama e não tão líquida.

Se quiser, você pode adicionar algumas gotas de óleo essencial para hidratação ou potencializar os efeitos da sua máscara.

Como aplicar sua máscara de argila

Com a máscara de argila ideal para seu rosto já preparada, agora vem o passo a passo da aplicação.

Experimente fazer uma combinação de argilas para cada região do rosto. Por exemplo, se sua zona-T for oleosa, aplique a máscara de argila verde nesse local e no resto, outra argila da sua escolha.

  1. Limpe bem a pele antes da aplicação;
  1. – Se quiser, você pode fazer uma vaporização com toalha morna para abrir seus poros;
  1. – Espalhe bem a massa de argila pelo rosto, evitando a área dos olhos e dos lábios. Se cair argila dentro dos olhos, lave com água corrente e em caso de irritação persistente, procure um médico.
  1. – Depois de aplicada, deixe a máscara por entre 10 e 30 minutos, dependendo do resultado desejado.
  1. Cuidado para que a massa não seque completamente no rosto. Você pode ir espirrando água, soro ou chá por cima.
  1. – Para retirar, lave bem o rosto com água morna.

Em caso de vermelhidão momentânea, não se preocupe, pois é normal. Mas suspensa o uso se houver uma irritação ou queimação.

Mulher deitada em uma mesa de spa usando um roupão e uma outra mulher aplica uma máscara marrom em seu rosto.

Os tipos de argila são muito versáteis e seus benefícios são inúmeros. Experimente misturá-las!

Pronta para encarar o mundo da skincare e aproveitar todos os benefícios que os tipos de argila e suas máscaras têm para oferecer?

Se quiser saber mais sobre o mundo da beleza, confira nosso blog!