Essa época de fim de ano é uma delícia – para nós, pelo menos. Para os pets, é uma época de maiores riscos, por isso os nossos cuidados com eles devem ser redobrados. Mas há algumas medidas a serem tomadas que podem diminuir – e muito! – as chances de alguma coisa ruim acontecer. Confira:

1. Enfeites festivos e embalagens

Os nossos pets são criaturas naturalmente curiosas – quando decoramos a casa com peças de Natal, presentes e luzinhas, é normal que eles queiram investigar e também que achem que algumas dessas coisas são brinquedos.

Isso não quer dizer que você não possa decorar a casa, mas a árvore, por exemplo, é sempre mais interessante deixar em algum canto que os bichinhos não tenham acesso. Caso isso não seja possível, tente não deixar enfeites e presentes no chão, os fios de pisca-pisca sempre longe do alcance deles, e fique de olho!

A tendência é que, depois dos primeiros dias, todas essas novidades percam o encanto e se tornem parte da rotina comum deles.

2. Comidas e bebidas

Se você pretende fazer reuniões em casa com a família e os amigos, o ideal é ficar esperto. Isso porque é comum que os convidados acabem esquecendo um copo meio cheio aqui, um prato lá… E tudo isso pode deixar seu bichinho muito doente se ele entrar em contato com os comes e bebes da festa.

Não há necessidade de prender, claro, mas sim de observar e pedir que não deixem nada esquecido pela casa.

3. Calor

Essa época coincide com as temperaturas aumentando. Às vezes, nós esquecemos que os bichinhos sofrem tanto quanto a gente com o calor – se não mais. Dê água gelada e certifique-se que eles sempre tenham uma sombra para descansar. No caso dos cachorros, evite também passear nos horários mais quentes do dia e leve uma garrafa d’água com você para o caminho.

4. Viagens de carro

Se for levar o pet na viagem, preze pela segurança dele: use uma caixa de transporte de tamanho adequado. Além disso, evite alimentá-lo cerca de duas horas antes do início da viagem, para evitar enjôos, e tente fazer algumas paradas para que ele possa esticar as perninhas e fazer xixi.

5. Fogos de artifício

Grande parte dos nossos pets têm audição mais aguçada do que a nossa e sofrem muito mais durante a queima dos fogos de artifício. Se o seu bichinho tem medo, tente deixá-lo no ambiente da casa em que o som fica mais abafado, sem coleira – eles podem se enroscar sem querer – e fique próximo dele para passar segurança.

Em alguns casos, você também pode tentar colocar um pouquinho de algodão nos ouvidos dele, com bastante cuidado.

Gostou das dicas? Se você estiver por Santo André nessa época de festas, o Grand Plaza Shopping está de portas abertas para você e seu melhor amigo de quatro patas virem passear e comprar os presentes de Natal. Esperamos vocês!