Pensando em viajar, mas não faz ideia de por onde começar a planejar suas férias? Você pode aprender como montar um roteiro de viagem e curtir uma experiência perfeita e exclusiva para você, se livrando daqueles pacotes prontos e genéricos de agências de turismo que podem até mesmo te custar mais caro.


Fazer isso não é o bicho de sete cabeças que pode parecer, você só precisa se organizar e planejar. Se for sua primeira vez, recomendamos que comece a montar seu roteiro de viagem com certa antecedência, para que possa fazer sem pressa e com tranquilidade. Não queremos que você já se estresse antes mesmo de viajar!

Foto de um globo terrestre de plástico, apoiado em uma estrutura marrom, com um avião azul e branco em miniatura em cima.
Com um pouco de paciência e organização, você vai ver que aprender como montar um roteiro de viagens é mais fácil do que parece! (Foto: Frank Vessia/Unsplash)

Primeiros passos de como montar seu roteiro de viagem

Quem? Quando? Onde? Por que? Essas quatro perguntinhas devem ser as primeiras a serem respondidas quando você for pensar em como montar um roteiro de viagem: Quem vai viajar, quando a viagem vai acontecer, para onde e por quê dessa viagem? E as respostas devem ser o norte das suas decisões.

É preciso pensar nas pessoas que vão participar. É uma viagem de casal? Uma viagem com os filhos? Família completa? Um grupo de amigos do trabalho? Só você? Tendo em mente o perfil das pessoas que vão viajar, você consegue escolher um destino e passeios que melhor atendam a todos.


Por exemplo, a Disney pode ser o lugar perfeito para uma viagem com os filhos, mas talvez não ideal para um grupo de adultos que preferem conhecer a vida noturna das cidades. Assim como uma viagem cultural com passeios por museus e igrejas na Europa pode não ser tão atrativo e legal para crianças.

Quando?

A segunda pergunta diz respeito à época e duração da viagem. É preciso estar atento ao momento do ano em que se pode viajar, como é o clima daquele lugar durante essa época e se ele condiz com o que você pretende fazer. 


Se você deseja curtir as praias no Caribe, é necessário tomar cuidado com as épocas de chuvas intensas, ao mesmo tempo em que se você não é uma pessoa muito fã de frio, não faz sentido querer visitar Nova York em dezembro.


Não se esqueça de considerar também quanto tempo você tem disponível para realizar essa viagem. Se for apenas alguns dias, vale mais a pena procurar um destino nacional e mais perto, já se você puder viajar por um mês inteiro, é interessante partir para a Europa ou Ásia.


Importante lembrar ao montar seu roteiro de viagem que nesse quesito está incluso também parte do seu orçamento, pois em épocas de alta temporada, como verão e inverno, os preços estão mais altos do que em intertemporada. 

Foto de uma parte do mapa múndi desfocado e alfinetes coloridos marcando alguns países
Escolher o destino da sua viagem exige muito pesquisa, mas também é muito divertido! (Foto: dead___artist/Unsplash)

Onde?

Respondendo as duas primeiras perguntas você já consegue ter uma boa ideia de para onde você deve ir e isso envolve muita pesquisa!

 

Para criar uma viagem que seja boa para todos, mesmo que seja só você, é preciso adequar expectativas à sua realidade, então é ideal que você converse com pessoas que já foram para os lugares que você está pensando em visitar e entender se é isso mesmo você e sua turma querem.

Por que?

E a última pergunta nos primeiros passos de como montar seu roteiro de viagem, mas não a menos importante: por que você está fazendo essa viagem? Pense em objetivos e ranqueie sua prioridade. 


Alguns deles podem ser: contato com a natureza, culinária, cultura e compras e se basear neles para encontrar locais que sejam mais adequados ao que você deseja e não se decepcionar.


Você quer relaxar, conhecer lugares novos e desfrutar da culinária local sem pressão? Talvez a Itália ou Portugal sejam os lugares ideais para isso. Mas se você se interessa mais por conhecer a cultura local, uma vida noturna agitada e ainda pegar uma praia paradisíaca, a Grécia e Croácia parecem mais adequadas para isso.

Foto de uma mala aberta, com algumas roupas e acessórios dentro. Ao lado, no chão, estão um notebook, câmera digital, óculos de sol, rasteirinha e uma foto Polaroid.
Depois que você aprende como montar um roteiro de viagem, até arrumar as malas fica mais fácil. (Foto: Anete Lūsiņa/Unsplash)

Hora de montar seu roteiro de viagens!

Agora que você já sabe para onde vai viajar, com quem e o que querem fazer durante essa aventura, está na hora de partir para as partes mais práticas do seu planejamento, então bloquinho e caneta nas mãos para montar seu roteiro de viagem!

Calculadora e carteira nas mãos!

Depois de decidido o destino e alguns dos passeios, está na hora de começar a calcular. 


Essa pode ser a parte mais difícil, mas não se assuste! Com um pouco de paciência – e recomendamos uma planilha no Excel ou um belo caderno – você consegue visualizar todos seus possíveis gastos para não levar um susto com a conta do cartão de crédito depois.


Primeiro de tudo, quanto você pode gastar com essa viagem? Tenha em mente dois cenários realistas: o ideal, que é quanto você gostaria de gastar e o máximo, que é o valor que não pode ser ultrapassado. Foque no cenário ideal e tenha o máximo como segurança, assim, você tem um respiro dentro do orçamento caso precise.


Viagens envolvem passagens, hospedagens, seguros, documentações, por isso, coloque tudo isso na ponta do lápis para conseguir chegar a um custo base para sua aventura. 


Depois que você tiver esses valores tabelados, pense em quanto pode gastar por dia, para conseguir se organizar financeiramente e evitar surpresas – os gastos diários são relativos a alimentação, transporte local, compras e não se esqueça do câmbio de turismo.

Foto de um passaporte e uma passagem aérea.
É muito importante estar sempre com seus documentos em mãos para evitar ter problemas durante sua viagem. (Foto: Nicole Geri/Unsplash)

Burocracia existe no mundo todo

Como diz o ditado: “o seguro morreu de velho”, por isso é preciso estar preparado legalmente para basicamente qualquer coisa que possa acontecer. E como fazer isso? Simples! Tenha sempre todos os documentos necessários durante sua viagem.


Em viagens nacionais, isso é mais sossegado e apenas um documento com foto e carteirinha do SUS podem te garantir segurança e tranquilidade. 


No entanto, em viagens internacionais, você deve pesquisar as condições do país que vai visitar e levar todos os documentos exigidos pela imigração, para não correr o risco de encerrar suas férias antes mesmo delas começarem.


Alguns países pedem somente o bom e velho RG, mas para outros é necessário ter vacinas, seguros e vistos específicos, cópias das reservas de hospedagem e passagens de volta, enfim, podem ser exigidos muitos documentos diferentes e que dizem respeito aquele país somente, por isso, pesquise e corra atrás de tudo o necessário.


Caso tenha medo de perder algum documento durante a viagem, você pode deixar os originais na mala e sair com cópias autenticadas e também ter versões digitais no celular ou pen drive.


Outra dica importante de como montar seu roteiro de viagem: pesquise sobre os costumes locais. Atitudes e posturas que são normais aqui no Brasil, podem ser ofensivas e até mesmo crimes em outros lugares do mundo, então cuidado para não acabar na delegacia por algo bobo – ou até mesmo grave!

Antecedência = Pechinchas!

Nada melhor do que encontrar aquela passagem de avião perfeita com um precinho em conta ou então conseguir reservar seu hotel dos sonhos e sabe como conseguir isso? Antecedência!


Hoje em dia, são muitos os aplicativos e sites de viagem que podem te ajudar a encontrar os melhores voos e hospedagens pelos melhores preços, portanto, dê uma pesquisada com amigos e na internet para escolher um, mas a regra geral é: procure no mínimo 6 meses antes.


A maioria dos lugares oferece descontos para reservas e compras com antecedência, então essa deve ser uma de suas primeiras tarefas, já que não se pode contar com promoções relâmpago de última hora e você pode acabar tendo que desembolsar muito mais do que planejava.

Onde fico?

No momento de escolher sua hospedagem durante a viagem, tudo depende de quanto você pode gastar com isso, das pessoas que estão com você e quanto você preza por conforto e privacidade.


São muitas as opções, de variadas faixas de preço e que podem acomodar qualquer tipo de comitiva. 


Hotéis luxuosos, hostels descolados, albergues públicos, quartos individuais ou conjuntos, camas ou sofás na casa de estranhos, ou seja, depende do que você prefere e do que pode pagar.

Se você está viajando com um grupo grande de amigos ou família, pode ser que seja melhor alugar uma casa de temporada. Se quer tranquilidade e relaxar, uma pousada pode ser o ideal. Se é só você e prefere economizar com isso, procure um quarto em Airbnb, uma cama em um hostel ou até mesmo um site de couchsurfing.

Foto de duas mulheres e dois homens rindo abraçados com um cânion ao fundo.
Lembre de colocar em seu roteiro de viagem as atividades que deseja fazer, mas reserve um espaço na agenda para descansar e passear pela cidade sem compromisso (Foto: Felix Rostig/Unsplash)

O que você quer fazer?

Lembra das perguntas iniciais? Depois de planejamentos mais práticos, chegou a parte mais legal da nossa lista de como montar seu roteiro de viagem: escolher seus passeios!


Pesquise sobre a cidade ou país que está indo visitar. Você pode encontrar muitas informações úteis em guias de turismo e pela internet – existem grupos no Facebook com brasileiros que moram em qualquer lugar do mundo e lá você pode descobrir opções mais locais e fugir de algumas ciladas de turista.


Descubra como é a culinária e quais são os restaurantes mais legais, sobre os costumes, quais são os pontos turísticos, paisagens deslumbrantes que você não pode deixar de ver, enfim, pesquise tudo o possível sobre o país para então montar um cronograma de passeios que seja ideal para você e seu grupo.


Nesse cronograma, leve em consideração quanto tempo cada atividade demora e também o tempo de locomoção até lá. Não adianta querer conhecer o Louvre e só reservar uma hora do dia para isso, por exemplo. 


Quando estiver pensando em como montar o roteiro de viagem, considere também ter um dia livre na sua agenda de atividades, para poder curtir a cidade sem pressão e relaxar um pouco mais, afinal, turistar também cansa bastante e você não quer chegar das férias precisando de mais férias.

Não pire!

Lembre-se da Lei de Murphy: se algo puder dar errado, vai dar errado, então se prepare para emergências da melhor maneira possível e não se estresse com isso.


Seja flexível em relação às situações e aos seus dias na estrada, afinal, mesmo que algumas coisas não saiam exatamente do jeito que você planejou ou esperava, você já está vivendo novas experiências e conhecendo lugares e pessoas diferentes.

Foto de um rapaz de costas, com uma câmera à tiracolo, olhando para o painel de voos em um aeroporto.
Roteiro de viagem pronto, chegando o grande dia: se joga! (Foto: Erik Odiin/Unsplash)

Então, viu como montar um roteiro de viagem não é tão difícil quanto parece? Com um pouco de paciência, tempo, muita pesquisa e organização, você consegue planejar uma aventura do jeitinho gosta, perfeita para você!


E aproveite! Depois de meses pesquisando planejando, assim que chegar a hora de embarcar, se jogue e curta cada momento, você merece! 


Se faltar algo na mala, corre aqui pro Grand Plaza que você encontra tudo o que precisa para curtir as suas férias!