Quem, às vezes, não fica insatisfeito(a) com a rotina ou já pensou em chutar o balde e largar tudo? O estress da vida moderna é um PÉSSIMO companheiro, faz mal à pele e estraga o penteado do nosso astral.  Vamos aprender 3 ” libertações” para conseguirmos seguir em frente com mais calma e paz?

Sigam-nos os bons!

 

Comer! Ah, comer é muito bom! Talvez seja uma das melhores coisas da vida! O grande problema é que comemos com culpa; culpa por achar que vamos acordar pesando 150 quilos no dia seguinte.

Olha, é claro que se você seguir uma dieta regada a brigadeiros, pizzas, sorvetes, macarronadas e afins, você vai virar um(a) fofinho(a) com uma saúde duvidosa.

Mas se você conseguir, de vez em quando, deliciar-se com aquele hambúrguer suculento sem culpa, certamente a felicidade virá. Lembre-se: tudo nessta vida depende do tal do equilíbrio. Apenas não se cobre  toda hora, muitos já fazem isso por você: a tv, os padrões impostos pela sociedade,  seu  namorado(a), seus amigos…Engordou 2 quilinhos? Bora correr, brincar de ser esportista, passear de bicicleta, andar mais com o dog…

Rezar! Sim, rezar, minha gente! Com a rotina e as cobranças mascarando nosso lado ” zen”,  fica difícil conseguir dar um tempo para dar uma meditada, sobre o que está acontecendo no mundo, sobre nosso comportamente perante o próximo…

Você não precisa ir exatamente à igreja todo domingo ( se preferir assim, ótimo), mas de vez em quando precisamos fugir um pouco dessa materialidade toda para que possamos pensar e refletir um pouco sobre a vida com maior clareza. Mãos à obra, ponha para fora o Dalai lama que existe dentro de você! ” A Fé remove montanhas” .

Amar! Todo mundo precisa ser amado, óbvio! Mas, por causa dessa busca intensa pelo amor imposto, esquecemos como É amar. Amar sem esperar nenhuma recompensa, já imaginou como seria? Amar simplismente por amar. Seja um homem, uma mulher, um animal, uma causa. Amor espontâneo, é isso que falta na nossa rotina.

O livro Comer, Rezar e Amar pode ser encontrado na Saraiva aqui do Grand Plaza.

Esperamos ter ajudado em algum momento.

Até logo 😉